Blog

O que acontece na segunda-feira?

Uma nova semana se inicia e o sentimento de fazer com que essa semana seja melhor que outra aumenta, como eu falei nesse post aqui. A ideia de postar de noite/madrugada não deu muito certo, Valentina tem um sexto sentido que avisa quando a mamãe está acordada e também porque mamãe no fim do dia é não é ninguém, né?

Rotina? Tá aí uma hábito que pretendo adquirir, mas preciso fazer algumas mudanças aqui para implementá-lo. Agora que ainda não voltei a trabalhar minha segunda-feira é bem diferente do que costumava ser.

A principal diferença é que a segunda-feira é o tempo exato que levo para assimilar que acabou o final de semana e uma nova semana iniciou cheia de afazeres. Logo, minha segunda-feira é paradíssima. Tem sido basicamente uma extensão do final de semana, um domingo durante a semana. Como se fosse um domingo de 48 horas. Eu sei: intraduzível isso.

Assim, as terças não tem caras de segundas, mesmo quando as segundas são domingos. Só sei de uma coisa, estou amando ficar por conta da minha filha.

O post é bem rapidinho, não queria de deixar de registrar como está sendo esse período de licença. Esse post é tipo um blogário, haha

E amanhã começa a semana, uma semana bem mais agitada que o normal. Uma semana de primavera, inicio de mês, com agenda cheia ( o que não é nada fácil, sair com bebê na rua é muito difícil) e tem comemoração: mêsversário da Valentina que faz 5 meses! Yupi! Vou contar como foi o quarto mês dela amanhã e aproveitar para apresentá-la. Viva a segunda-feira!

Anúncios

Hábito: Escrever #1

Então vou falar do primeiro hábito que quero adquirir: Escrever. Minha habilidade de escrita era muito boa no ginásio e ensino médio, porém, habilidades são esquecidas se não praticadas. Então, nada melhor do que um blog, porquê? Primeiro: eu me identifico, além de já ter tido um, eu sigo outros blogs desde sempre. Segundo: Postar acaba virando uma regra do seu dia a dia.

Desafios:

🔔 Tempo: pra quem trabalha, tem filhos e estuda, fica bem difícil se organizar e arrumar um tempo, mas quem quer sempre arruma um jeitinho.

🔔 Conhecimento: pra ter um blog e deixar ele com a cara que você quer é preciso algum conhecimento em webdesign, em html e css, escrita, fotografia, etc… Como eu não tenho conhecimento, se colocasse isso como desculpa nunca sairia e eu nunca aprenderia.

🔔 Desenvolvimento de Assunto: ainda tenho muita dificuldade com isso. Na sua cabeça têm tudo pronto, mas na hora de traduzir, fica intraduzível, é difícil, muito difícil! Ainda mais pra quem têm ideias confusas como eu.

Esses são meus primeiros desafios. E está sendo bem difícil, demoro muito tempo escrevendo por conta disso.

Meta:

Logo, é imprescindível trabalhar com uma meta. Pra esse hábito minha meta será quatro posts e três horas para me dedicar a melhorar o blog (layout, plugins, pesquisas, etc…) por semana. Sim, é pouco. Mas precisamos e ir com calma e não ultrapassar nossos limites, não é mesmo?

Conforme for surgindo desafios e dificuldades, pretendo documentar, cada etapa pra mim é muito importante. E meu sonho é ler esses posts daqui a algum tempo e pensar em como evoluir minha escrita e minha capacidade de administrar um blog. Tudo, dessa vez, feito somente por mim.

Um Blog Intraduzível

 blog-3Créditos de imagem

O blog, como tantos outros nasceu do pensamento. Na verdade, daquele turbilhão de pensamentos que te impedem de dormir, que faz sua cabeça doer. Nasceu daquela vontade de colocar em prática tudo aquilo que planeja, da vontade de colocar a criatividade pra fora.

Meu primeiro blog nasceu em 2009, o urbangirl.net. Com domínio próprio e um layout luxuoso feito pela Roana, minha principal intenção era falar de moda, mas para falar a verdade não é sobre o que mais gosto de falar, então acabou que se tornou um blog em que comentava e criticava música e cinema.

O Intraduzíveis por outro, não tem ambição alguma. Na verdade, tem sim. Autoconhecimento de quem escreve. Um alívio pra minha cabeça e minhas noites intraduzíveis.

Vou registrar algumas mudanças de hábitos e os que não tenho e quero adquirir. O primeiro então, é o blog, um blog que realmente tenha a ver comigo. Como esse será um dos hábitos a adquirir irei comentando em futuros posts.